Cecília Vilas Boas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Não é Tristeza, é Saudade

Não é tristeza, é saudade,
Não é dor que meu peito invade.
Tristeza é mal destrutivo, negativo,
Saudade é benção, é lenitivo,
Pois só se sente saudade do positivo.
Não é verdade, não creias que te esqueci,
Com as lembranças meu coração aqueci.
Dei um tempo para rever posições
De vida, através de profundas reflexões.
Momentos vacilantes de incerteza,
Que mortal não os tem?
Depois de avaliar meus sentimentos
Ficou patente, do amor, a grandeza,
Que não mediu as conseqüências,
Desabrochou como flor no jardim
E um dia murchou deixando o aroma,
Que até hoje inebria na soledade
Esta mulher que te ama,
Sem esperança, é bem verdade,
Mas não guarda consigo a dureza
Da palavra tristeza,
Que quando chega encontra o antídoto
Preparado com essências da saudade.


Maria Hilda de J. Alão

Sem comentários:

Enviar um comentário