Balanço

A pobreza do eu
a opulência do mundo

A opulência do eu
a pobreza do mundo

A pobreza de tudo
a opulência de tudo

A incerteza de tudo
na certeza de nada.


Carlos Drummond de Andrade

Comentários

  1. Assim é a vida...
    Obrigada por sua visita ao meu cantinho.
    Bom fim de semana com muita paz
    e amor em seu coração.
    Abraço :)

    ResponderEliminar
  2. obrigada Nádia pelo seu carinho!
    um abraço :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares