Cecília Vilas Boas

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pus o meu sonho num navio...

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar

Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre de meus dedos
colore as areias desertas.

O vento vem vindo de longe,
a noite se curva de frio;
debaixo da água vai morrendo
meu sonho, dentro de um navio...

Chorarei quanto for preciso,
para fazer com que o mar cresça,
e o meu navio chegue ao fundo
e o meu sonho desapareça.[...]

Cecília Meireles





10 comentários:

  1. oa.s thakyou for introducing me to the beautiful writing of cecilia. "i put my dream on a ship" wow did i ever. over and over!!! steven

    ResponderEliminar
  2. Cecília Meireles muito me encanta!!!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Côvo, sempre bom tê-lo aqui. Gosto imenso de Cecília Meireles e este poema é um dos meus preferiso.
    Abraço
    oa.s

    ResponderEliminar
  4. steven, me too...
    Cecilia Meireles is one of my favorites.
    oa.s

    ResponderEliminar
  5. Suzana, Cecília M. é inspiração para qualqur um de nós...
    beijinhos
    oa.s

    ResponderEliminar
  6. come si gusta bene col palato e col cuore, questa lingua, anche a non conoscerla bene e a doverla un po' indovinare...
    Ciao! :)

    ResponderEliminar
  7. Zio Scriba, por vezes é complicado traduzirmos os poemas, perde-se muito do seu significado, mas agradeço, de coração, a tua presença.
    Ciao
    oa.s

    ResponderEliminar
  8. M e desculpa demorar tanto tempo a chegar aqui...amei o seu canto..venho te agradecer todo o carinho que me tens dispensado..te seguindo..bjs..nesse coração lindo..

    ResponderEliminar
  9. Bem vindo Joaquim, é muito bom receber-te aqui.
    Sempre digo, que apesar deste mundo ser virtual, as palavras têm um poder inigualável e chegam longe.
    bj
    oa.s

    ResponderEliminar