Cecília Vilas Boas

sexta-feira, 6 de maio de 2011

quero ser teu amigo...

Nem demais e nem de menos
Nem tão longe e nem tão perto
Na medida mais precisa que eu puder
Mas amar-te como próximo, sem medida,
E ficar sempre em tua vida
Da maneira mais discreta que eu souber
Sem tirar-te a liberdade
Sem jamais te sufocar
Sem forçar a tua vontade
Sem falar quando for a hora de calar
E sem calar quando for a hora de falar
Nem ausente nem presente por demais,
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo,
Mas confesso,
É tão difícil aprender,
Por isso, eu te peço paciência
Vou encher este teu rosto
De alegrias, lembranças!
Dê-me tempo
De acertar nossas distâncias.


Fernando Pessoa 


foto oa.s






22 comentários:

  1. Je te donne tout le temps dont tu as besoin. Je ne vais pas être intransigeant car c'est bien la première fois qu'une femme me propose de parler quand j'en ai envie, de se taire si je suis fatigué, bref, être à mes petits soins... :-)

    ResponderEliminar
  2. Richard, même pour l'amitié, la liberté est necessaire :)
    oa.s

    ResponderEliminar
  3. Preciosos versos a ese tesoro que es la amistad..en libertad..sin condiciones ni ataduras..me encantò
    Gracias por tu linda visita
    Un abrazo colombiano

    ResponderEliminar
  4. Precioso poema...!Ojalá la amistad fuera siempre así!

    ResponderEliminar
  5. Qué refrescante es siempre volver a leer a este magnífico autor: Fernando Pessoa. Gracias, gracias, gracias por ponerlo frente a mis ojos y mi consciencia.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  6. Fernando Pessoa tem mesmo colocações inesquecíveis. Uma amizade como ele descreveu é tudo que desejamos.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Yolita, a amizade é preciosa, por isso não a podemos condicionar.
    beijos amiga
    oa.s

    ResponderEliminar
  8. Pat, quem dera, cabe a cada um de nós fazer a nossa parte.
    Abraço
    oa.s

    ResponderEliminar
  9. Julio, é sempre bom ler algo que nos sensibiliza e nos faz pensar. A vida corre rápido demais e por vezes esquecemo-nos de pormenores muito importantes.
    Abraço
    oa.s

    ResponderEliminar
  10. Marilene, seja bem vinda, é com muito gosto que a recebo aqui, no meu canto.
    Fernando Pessoa, uma referencia para todos nós.
    beijinho
    oa.s

    ResponderEliminar
  11. Minha querida

    Um poema lindo e verdadeiro...amar não é prender,é ser nòs, mas com uma individualidade própria.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  12. Sonhadora, é verdade, o respeito pelos outros implica deixá-los livres. Gostar é aceitar o tempo dos outros e o seu espaço.
    Beijinho amiga
    oa.s

    ResponderEliminar
  13. Lindona esse poema diz tudo.
    amar é dar liberdade ao outro e respeitar as nossas diferenças.


    beijinhos Lndona.

    Ótimo fim de semana.
    Carinho sempre.

    ResponderEliminar
  14. Dja, muito importante respeitar as nossas diferenças.
    optimo fim semana para ti também
    bjs

    ResponderEliminar
  15. minha querida... esse texto eu o dedico todinho à voce em agradecimento por esses dias que te sinto carregando-me em seus braços... grata por ser minha paz...

    beijos meus, com carinho.

    ResponderEliminar
  16. Helena, foram as melhores palavras que podia ter lido esta noite...muito obrigada.
    Um grande beijinho e, se me permitir, irei continuar a estar próxima, não em distância, mas no coração.
    Beijinhos com carinho
    oa.s

    ResponderEliminar
  17. você dá-nos cada dia beleza.obrigado!!!Eu amo seu rosa.
    cumprimentos amigáveis
    Megi

    ResponderEliminar
  18. Suzana, Fernando Pessoa, enorme d'alma, sempre actual.
    beijos
    oa.s

    ResponderEliminar
  19. Megi, obrigada pela sua simpatia, a rosa ofereço-a com muito carinho a todos os que gentilmente me visitam.
    beijinhos
    oa.s

    ResponderEliminar
  20. Lindo demais! Meu poeta predileto. Minha querida amei te visitar e estou te seguindo. Bjs!

    ResponderEliminar