Cecília Vilas Boas

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Dizer Poesia... RDP Internacional


Um Programa de ISABEL BRANCO






De Cecília Vilas Boas - Poemas: Sombras, Renascer e Vida vs Morte (a editar)
De Isabel Branco - Poema: Estro
Voz - Isabel Branco

26 comentários:

  1. Que lindo!
    Que emoção sentimos ao ouvir.
    Nosso coração está repleto de amor.
    Beijinhos e muito obrigada por esse momento lindo.

    ResponderEliminar
  2. Lindo dia amiga !!!!!!
    Dentro das emoções mora um coração para se amar...
    bjssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  3. Que linda! que lindo!
    obrigada por compartilhar
    beijos

    ResponderEliminar
  4. Cecilia, querido amigo! Stupendo...come sempre! Um grande abraço e ... viver longa e próspera!

    ResponderEliminar
  5. algo pasó, no pude ver ni oir,
    saludos

    ResponderEliminar
  6. Lindo ! Fiquei emocionada ao ouvir. Ganham uma outra vida as palavras assim ditas (beleza já elas tinham)
    Beijinho, minha doce amiga

    ResponderEliminar
  7. Hola mi querida Cecilia...¡Preciosa entrada! Te dejo mi cariño y un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  8. Mi querida Cecilia, lo que daría yo por poder conocer tu idioma, solo me entero de palabras sueltas, pero me doy cuenta de su ritmo y suavidad, debe de ser hermoso lo que nos hablas.
    Pronto espero publicar mi libro, así que voy a experimentar tus mismos sentimientos y emociones en su presentación en Argentina país donde voy a residir y seguir trabajando en mis publicaciones.
    Gracias por tu amistad, por estar siempre a mi lado
    Gracias de todo corazón
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar
  9. Teus poemas, que já tinham alma, ganharam corpo com Isabel. Belíssimo!

    ResponderEliminar
  10. Muito legal, parabéns, poemas muito bem declamados e que valorizam sua autoria. Muito bom!
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  11. Cecília querida!
    Confesso que precisei ouvir duas vezes para entender algumas palavras que me escaparam devido ao acento.
    Lindos poemas!
    Não entendi se a voz da declamação é sua ou da Isabel, e qualquer forma tem uma leitura diferente na alma, ouvir um poema do que ler, verdade?
    Grande beijo da Cecília brasileira!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cecilia, a voz é de Isabel Branco, beijinho

      Eliminar
  12. Kawai !Lindo amei

    tenho uma amiga portuguesa, faz tempo que não nos falamos e foi bom ouvir as palavras em seu idioma...

    Abraços
    Giovanna

    ResponderEliminar
  13. Je trouve très originale ta façon de présenter ce poème. Bravo, ça me plaît!

    ResponderEliminar
  14. Minha querida

    Já tinha ouvido no face e tornei a ouvir aqui e realmente está sublime.
    Parabéns a ti pelas palavras e a quem as disse.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  15. A interpretação está emocionante e a qualidade do som também, tenho a te enviar os parabéns pela qualidade dos poemas e em todos os sentidos nesta postagem e apresentação. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  16. Lindissimo!
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    maria

    ResponderEliminar
  17. Bom demais querida, ouvir seus poemas na língua pátria! Passou uma emoção diferente e, é claro, encantadora. Parabéns pelo sucesso. Você é ótima no que faz. Bjo grande.

    ResponderEliminar
  18. Querida Amiga.
    Tomei a liberdade de postar um poema seu no meu blog
    para esse final de semana.
    Não resisti aos encantos de poema que você sabiamente escreve
    és uma grande poetisa.
    Gosto muito de colocar livros dos amigos no meu blog
    caso você gostar eu colocarei os seus com muito carinho.
    Coloco todos do meu amigo Daniel de Portugal,
    Caso consentir manda no meu email e email para pedidos de compra.
    vanir_garcia@hotmail.com
    Beijos feliz final de semana beijos no coração.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  19. Parabéns pelos poemas e também pela declamação.

    ResponderEliminar
  20. a poesia dita chega ainda mais longe do que a lida: a boca atirada às estrelas.

    beijinho!

    ResponderEliminar