Cecília Vilas Boas

segunda-feira, 14 de maio de 2012

navegar...




O mar veste véus esfíngicos
Revelando em suas ondas, a corrente abissal
De marés convulsivas e arrebatadoras
Protege-a! Grita a oceânide ao faroleiro
Quando a traineira se encobre na espuma implacável
Do ondular inóspito do refluxo das águas oceânicas.


Testemunha, é a branca lua, que abraça a embarcação...




Cecília Vilas Boas






foto António Caeiro
http://www.facebook.com/pages/ANT%C3%93NIO-CAEIRO-F-O-T-O-G-R-A-F-I-A-S-/222635921132368













41 comentários:

  1. Uma vida dura a dos pescadores vista pelos teus olhos doces de poeta.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. OI CECÍLIA!
    NESTE OCEANO, COLOCASTE VERSOS LINDOS.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  3. Seu blog é lindo, seus textos são encantadores. Parabéns!
    Sou seguidora desde já. Espero que se der, você passe pra conhecer meu cantinho, e que se gostar me faça companhia por lá também. =D
    Sera um prazer te receber. E desde já... Agradeço... Obrigada!
    Uma ótima semana, uma abençoada noite de segunda-feira.
    Abraços, Tati.

    http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

    Att.

    ResponderEliminar
  4. Em cada amanhecer, sempre recordarei desse dia das mães
    pelo carinho que recebi de você e de mais de 200 amigas (os).
    O presente mais lindo que poderia ganhar.
    Amizade ,sinceridade,esperança de que posso
    acreditar sempre.
    Agradeço o quanto é importante contar
    com amigos e amigas muito mais que especíal .
    Hoje você já faz parte da minha vida,
    agradeço a Deus por ter encontrado
    e descoberto a verdadeira amizade.
    Estarei agradecendo a todos no decorrer da semana.
    Meu momento é dificil mais seu carinho e sua amizade pode me ajudar muito.
    Aprendi com a solidariedade de cada um de vcs lutar sempre
    não desisistir jamais.
    Afinal maio é mês das mães.
    Obrigada de todo coração.
    Linda semana beijos e carinhos.
    Evanir.
    Navegar é preciso mesmo nas tempestades
    pobre pescadores.

    ResponderEliminar
  5. "Testemunha é a lua branca dos perigos atravessados pelas traineiras", essa é a vida dos pescadores em mar revolto, gostei deste poema de belíssima exatidão. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  6. Cecília, querida!
    Senti-me arrastada pelas ondas de teu poema, para um lugar bem junto do meu coração.
    Lindo, lindo!
    Beijos da Cecília brasileira!

    ResponderEliminar
  7. Um poema mágico que parece uma pintura em pleno mar.Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Un canto para los marineros...
    Precioso querida amiga...muy bello...
    Abrazos.

    ResponderEliminar
  9. Gosto bastante dessa música da Dulce Pontes, acho que assenta que nem uma luva neste teu poema.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que linda poesia Srta, parabéns! abraços

    ResponderEliminar
  11. Testemunhando também, daqui de outro distante Oceano.
    Arrebatador são seus versos Cecília, como a espuma branca desse mar.
    Obrigada por compartilhar .

    ResponderEliminar
  12. Oi minha linda menina !!!!!
    seu poema fez um casamento perfeito com essa música...
    bjs minha flor !!!!

    ResponderEliminar
  13. As palavras dignas do espírito que sabe contemplam o mar que há dentro dos nós

    Paolo F.

    ResponderEliminar
  14. Maravilhoso, Cecília!

    A bela música e a linda imagem complementam o cenário.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  15. como fraga que é vida.
    onde as ondas embatem,
    mas que há um caminho que protege.

    a luz.

    divinal tua poesia.

    beijo

    ResponderEliminar
  16. Belíssima poesia amore!! Bjsss e te cuida!!

    ResponderEliminar
  17. Amiga linda, saudade de tu.
    Linda Poetisa!
    Navegar com vc é muito bom...

    Um Beijo Grande de Luz!

    William

    ResponderEliminar
  18. A Lua vê tudo o que passa de noite!

    Bjsss

    ResponderEliminar
  19. Amo esta música! Grato por me lembrar dela! <3
    Dulce Pontes-Canção do Mar

    ResponderEliminar
  20. -ALZAD LAS VELAS!! BELLO TEXTO.
    BESOS

    ResponderEliminar
  21. O navegar do risco permanente, da luta constante para se vencer as ondas, nem sempre poéticas para as traineiras. No mar e a vida essa espuma de grande beleza traz também incertezas.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  22. Así es el mar, a veces impredecible y hosco, a veces sereno y dulce.

    ResponderEliminar
  23. E quantas vezes a embarcação não consegue fugir "De marés convulsivas e arrebatadoras" só tento como testemunha "é a branca lua, que abraça a embarcação..."
    Lindo!!!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  24. Maravilhoso Cecília, só faltou mesmo a lua na foto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  25. Quando estiver cansado, extenuado
    do meu espadeirar entre Deus e o Diabo
    sei que virei aqui recuperar força e ânimo

    Mantém esse navegar até eu voltar
    E assegura que a branca lua,
    continue a abraçar a embarcação...

    ResponderEliminar
  26. Dentro em breve, vou restringir o meu blogue a convidados, pelo que peço aos meus seguidores habituais que me enviem para o seguinte endereço rjcr61@gmail.com o vosso e-mail, para que vos possa inserir na lista de convidados/leitores. De seguida, confirmarei convosco, através dos vossos blogues, se o e-mail que me enviaram é efetivamente o vosso. Os motivos são pessoais, pelo que peço que entendam.


    Obrigado e peço desculpa esta forma de comunicação

    ResponderEliminar
  27. Gracias mi querida Cecilia, me alegro de este premio por todos vosotros que lo hacéis posible.
    Entre el mar y la luna , viajan nuestros sueños, unos de esperanza y otros de abatimiento, pero entre las estrellas, al amanecer sale la luz que le da color y calor a nuestras vidas.DEUS
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar
  28. Poesia pura e cristalina.
    Linda demais. Um beijo grande.

    ResponderEliminar
  29. O Mar e seus insondáveis mistérios com a doce luz da lua...só os navegantes e os poetas o compreendem...`Perfeito!
    Luz
    Ana

    ResponderEliminar
  30. Olá querida, Cecília!
    Linda poesia, mas não gosto muito do mar, pois pra mim não transmite segurança, justamente pela sua instabilidade. Beijos

    ResponderEliminar
  31. A veces deseo echarme a la mar sin brújula.
    Besos.

    ResponderEliminar
  32. Que maravillaaaaaa!!
    Belo poema e imagem
    Em um mar assim, espero ir no próximo mês, se tudo correr bem :)
    Gracias Cecilia por tus deseos... voy despacio pero mejor:))
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  33. Cando os versos falan sobre o mar dunha forma tan sublime, as palabras quedan pequenas. Marabilloso poema e imaxe perfeita.

    Beijos dende Galicia, Cecilia.

    Bon Fin de Semán !!!

    ResponderEliminar
  34. Os segredos do mar, o encanto da lua e essa música que amo.
    Obrigada!

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  35. Hermoso poema, bella foto que invita a navegar con tus letras... Besos.

    ResponderEliminar
  36. do tanto que o mar revela e do quanto mais em si esconde?

    coincidência: a canção do mar foi também a escolhida para a postagem em parceria no humor em conto. agradeço as tuas palavras, lá.

    beijinho!

    ResponderEliminar
  37. Siempre, en todas sus formas...
    Bonita imagen, un saludo Cecilia!

    ResponderEliminar
  38. Belíssimo
    Forte como as profundezas do oceano.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  39. O Mar tem esse efeito em nós.
    Parabéns!
    Convido-a - e a todos - a visitar os pequenos fragmentos de um quotidiano salgado, em A Vida na Traineira (avidanatraineira.blogspot.com)
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  40. Obrigada pela presença, as vossas palavras têm uma força imensa...

    beijos
    Cecília

    ResponderEliminar