Cecília Vilas Boas

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

outono...





Hoje a aragem que corre é morna. Há uma certa magia nesta melodia que o vento sussurra num silêncio quase inaudível, formado pelos acordes harmónicos do cair das folhas que rolam pelo chão, nas pedras da calçada, nos jardins, nos bosques... voam sem destino, perecem com o dever cumprido, dando lugar a momentos preciosos, cores únicas, vermelho fogo, castanho terra, amarelo dourado, tons que alucinam os sentidos. Os aromas a madeiras intensificam-se, o céu azul claro mescla-se com o cinza das nuvens convidando subtilmente a chuva a juntar-se a este cenário onírico de inefável beleza. É outono, tempo de reflexão, as horas não têm pressa, o fim do dia convida ao aconchego do lar, ao conforto dos corações. É outono, tempo de mudança, de quietude, de alimentar e renovar o amor que existe em nós.
É outono...
 

 Cecília Vilas Boas in ÂMBAR E MEL, Chiado Editora, 2011

ilustração * Grimshaw John Atkinson
 
 
 
 
 

33 comentários:

  1. LAS ESTACIONES, CADA UNA DE ELLAS TRAE EXPERIENCIAS. MUY OTOÑAL TU TEXTO.
    BESOS

    ResponderEliminar
  2. Tudo esta se renovando em meu coração, graças ao outono e a natureza brilhante! abraços

    ResponderEliminar
  3. Em plena renovação, de facto!
    Love your photo!
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. É lindo e aconchegante o outono em suas palavras.Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Oi Cecília
    O outono com essa transformação das árvores em tons café, amarronzados e amarelecidos trás um pouco de nostalgia também.Gosto muito,é lindo e os dias são tépidos favorecendo esse aconchego que falas.
    Gosto de vir ver sua escrita,seus poemas ,sua forma de visualizar seu tempo.
    Bom voltar a esse convívio.
    Obrigada pelo carinho e mando beijos

    ResponderEliminar
  6. Si cette maison est hantée, alors elle est habitée par ton esprit de poétesse.
    Ce texte est très beau, sensible, d'une écriture ciselée que je retrouve avec bonheur.
    Bravo.
    Que cet automne te sois favorable.

    Roger

    ResponderEliminar
  7. Eu me encanto todas as vezes em que venho aqui.

    Feliz outono, amiga!

    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  8. Como disse o Roger, que nossos outonos sejam favoráveis e felizes... que assim sejam nossas primaveras, verões, invernos...nossa vida.
    Belo texto e prazer em conhecê-la. Sigo te....

    ResponderEliminar

  9. Pois é, querida. E por aqui é Primavera.
    O texto é belíssimo e mágico. Pude navegar por este maravilhoso cenário junto com suas belas palavras.

    Um delicioso outono para você, amiga.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Oi Cecília,

    Tudo bem? Lindo texto! Outono permite renovação de alma. No Brasil estamos na primavera, no momento do sonho para as luzes do verão.

    Beijos e bom final de semana!

    ResponderEliminar
  11. Que belíssima descrição do outono! É poesia em prosa, são folhas que caem sobre a folha e encantam o leitor. Muito belo!

    ResponderEliminar
  12. O outono é estação de cores lindas, mas que passa sensação de melancolia, com o cair das folhas que se espalham, sem vida, pelas calçadas. Você o descreveu como bela pintura, eternizando-o em palavras poéticas. Bjs.

    ResponderEliminar
  13. Cada estação tem sua personalidade, e o outono é magia. Magia no teu texto. Magia nesta imagem. Magia em você.

    Beijos.

    ResponderEliminar

  14. BOA NOITE
    Vim para te desejar um ótimo feriado e deixar um abraço bem apertadinho… Beijos!

    ResponderEliminar
  15. Eu adoro o Outono "das folhas que caem..."um tanto nostálgico, sim, mas belo. Do aconchego mais quieto "há calor nesse aquecer...
    # não sou uma poetiza, tu já disseste tudo do Outono*lindamente.
    Maravilhosa é a obra de Deus que nos dá a certeza de que tudo se renova; é tanta beleza!
    beijinho.
    Que tenhas um domingo de muita Paz*
    Feliz Outono!

    ResponderEliminar
  16. O outono tem um encanto muito especial.
    Boa semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  17. De como a Natureza se entranha nos corpos e nas almas.

    Belo texto!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  18. Gostaria antes de mais dizer qe me alegrou a sua visita. É sempre estimulante a possibilidade de partilhar nossas ideias.
    Depois fiquei encantada com o texto descritivo deste seu Outono.
    Mesmo para quem o não aprecie,apressa-se para o intimismo que ele transmite. Tal a visualização descritiva. Belo.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Sua casa é magnífica,poesia é palavra da alma, e transcrever sentimentos em palavras.
    Beijos com rastros de alegria.
    Sol

    ResponderEliminar
  20. conseguiste traduzir com magia e beleza a estação mais linda do ano, mais reflexiva...
    beijos

    ResponderEliminar
  21. Um interessante poema enarmônico. Valeu! Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar

  22. Uma ternura…fica-se aqui...a ler...a reler--


    BShell

    ResponderEliminar
  23. Olá. Gosto muito do blog e adoraria saber quais os seus (dois) livros editados por si! Também gostava muito que visitasse o me blog (é recente!). Te sigo!

    http://escrevendoquandochove.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Olá, querida
    Senti daqui, contemplando, o aroma de madeira...
    Bjs de paz

    ResponderEliminar
  25. Lindo texto, e a imagem....perfeita!! Adorei ler-te!!

    Tenha um semana encantadora!!
    Beijos de Luz!!♥

    ResponderEliminar
  26. A suprema arte do professor é despertar a alegria na expressão criativa do conhecimento,
    dar liberdade para que cada estudante desenvolva sua forma de pensar e entender o mundo,
    assim criamos pensadores, cientistas e artistas que expressarão em seus trabalhos aquilo que aprenderam com seus mestres.
    ( Albert Einstein)
    Hoje Dia Dos Professores no Brasil
    Deixo meu carinho a você independete de ser (UM MESTRE)dentro de uma sala de aula,
    pois os pais são professores dos seus filhos.
    Os professores é a continuadade absoluta durante anos (Mestre)dos nossos filhos.
    Educar é dever de casa dos pais aos (Mestres) o dever de ensinar
    a se defender dos obstaculos triste e cruel do analfebetismo.
    Nunca sentei na cadeira de uma faculdade,
    mais devo as minhas professoras cada pagina do meu livro.
    Eu respeito essa classe tão sofrida em nosso Pais.
    Deus ilumine a cada (Mestre)que nossos
    governantes um dia não muito distante valorize
    aqueles que formaram nossos presidentes.
    Linda semana independente de sua formação
    escolar.
    Beijos no coração,Evanir...

    ResponderEliminar
  27. Maravilhosa deambulação poética pelo outono e seus cambiantes.
    Um convite para ficar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Cada vez que venho aqui é uma poesia puro que escuto.
    com carinho Monica

    ResponderEliminar
  29. Olá, Bom dia. È um prazer estar aqui! Um belo texto. Sua forma delicada e perfeita de descrever o Outono... Adorável seu blog! Beijos e ótima semana.

    ResponderEliminar
  30. Cada palavra do teu poema, é folha que cai-canção, em nossos corações. Mais belo ainda ficou o outono na tua divina poesia.
    Estou ansiosa para adquirir seus livros."
    Desejo-lhe muito sucesso, e muita felicidade.
    Um grande abraço.

    ResponderEliminar
  31. Obrigada queridos Amigos, pela vossa presença em minha vida, pode ser apenas em palavras, pode ate ser virtual, mas toca-me de forma intensa!

    Abraço-vos
    cecilia

    ResponderEliminar