Cecília Vilas Boas

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

o sábio...




O sábio alicerça a sua casa em silêncio e benevolência.
Lavra o caminho
O estreito, porque o largo desmorona-se por si só
Prepara o seu coração, lar onde habita o amor
Grita da dor aos ventos que passam

Por ser simples e humilde aceita a voz do entendimento
Não olha o escarnecedor nem o ímpio nem os afronta
E o alvoroço dos que se dizem almas grandes, não escuta

Ouve, ao invés, as águas remansadas da quietude e pacifica
Escuta o Senhor por isso é sábio e justo

O sábio conhece os simples e puros de coração
Perdoa os que o condenam
Mas guarda nos seus ensinamentos a verdade

O sábio cresce com a dor provocada pelas injúrias dos seres pequenos
E em retiro ora...

O sábio afasta-se do algoz que não profere palavras
Mas que tem um coração onde a traição enraíza
Tal como enraíza a hera nos muros dos cemitérios

O sábio colhe estrelas nos olhares da verdade
E semeia ventos de amor na íris dos fiéis

O sábio...



Cecília vilas Boas
 



 

12 comentários:

  1. Poeta,
    Empresta-me teu astrolábio
    É urgente
    Encontrar este sábio
    (deixa, sei que todo o poeta mente)

    ResponderEliminar
  2. Hola Cecilia, toda una sorpresa verte en mi casa.
    Has hecho una entrada preciosa. El sabio es humilde y sabe amar sin medida.
    te dejo unos versos de un poeta que admiro.
    Cultivo una rosa blanca
    en junio como en enero
    para el amigo sincero
    que me da su mano franca.

    Y para el cruel que me arranca
    el corazón con que vivo,
    cardo ni ortiga cultivo;
    cultivo la rosa blanca.

    José Martí
    Con ternura te dejo un beso
    Sor.Cecilia

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo, Cecília!

    Aproveito para lhe desejar um Novo Ano com muita Paz, Amor e Poesia!

    "O sábio colhe estrelas nos olhares da verdade
    E semeia ventos de amor na íris dos fiéis..."

    Beijos e meu carinho :)

    ResponderEliminar
  4. Sábio é isso "Por ser simples e humilde aceita a voz do entendimento". Por vezes de vozes caladas para perscrutar os olhares da verdade.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Aos poetas, não se pergunta o porquê das coisas porque a profundidade das palavras moram no fundo desse iceberg onde está toda a sabedoria.
    Eis o Ártico onde, nas profundezes do branco se esconde toda a beleza que ofusca.
    Belo!
    Bom 2014
    Beijinhos Cecília

    ResponderEliminar
  6. A sabedoria, porém, não pode reduzir-se ao silêncio pois, desse modo, torna-se cúmplice da injustiça dos ignorantes.

    Beijo meu

    ResponderEliminar
  7. Sabidurìa para este nuevo anho, salud y amor a raudales te deseo Océano Azul, Cecilia, amiga poeta, Grande tu poesìa.
    Un abrazo càlido

    ResponderEliminar
  8. Maravilhoso Cecília!
    Saibamos a cada dia encontrar a sabedoria para que cada passo seja dado com confiança!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Conheço sábios que não escrevem poemas

    pensam por gestos

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. E sábia, além de talentosa, você construiu com beleza esses ensinamentos. Assim vejo seus versos, uma lição. Lindo! Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Beleza e profundidade, o saber está em ti e nos seus versos divinos.Obrigada por compartilhar.
    Obrigada pela visita, fiquei encantada.
    bjs.

    ResponderEliminar
  12. Querida Cecilia
    Temos de imitar sempre o sabio!
    Parabens por esse tao belo e sabio poema.Uma verdadeira liçao de vida!
    Muitos parabens.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar